Ao destino ninguém foge: vai cumprir-se o ideal - um tempo novo paira...
01
Mai 12
publicado por José Carlos Silva, às 21:45link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 18:38link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 18:08link do post | comentar

Não lhe chamo ortodoxia. Também julgo que não se parece com qualquer problema de ordem moral, religioso, político, económico ou social. Julgo que não é uma questão racial. Não será uma questão de gosto, de cheiro ou de tonalidade. Acho que não se revestirá de questões meramente pessoais: desta ou de outra natureza. Presumo que a afirmação política não leve a tamanhos dislates. Presumo. Mas parece que presumo mal: há quem seja feliz sendo ortodoxo na política «disparando» e «matando» a torto e a direito, pensando que assim conquista o povo. Puro engano: só perde. E em Lousada, perde a dobrar.

tags:

publicado por José Carlos Silva, às 17:50link do post | comentar

Falar do Dia do Trabalhador num tempo tremendista de ausência de trabalho é um paradoxo total. E a perspetiva persiste na tendência da ausência acentuada do não trabalho, do desespero dos dias, do sonho estilhaçado, da falta de esperança. Diria ainda que não é um dia bom para falar de trabalho, para falar de futuro e para falar de caminhar, muito menos para sorrir…  


publicado por José Carlos Silva, às 17:06link do post | comentar

Presidente da Refer demite-se

O presidente da Refer - Rede Ferroviária Nacional, Luís Pardal, renunciou ao cargo ontem, disse esta terça-feira à Lusa fonte oficial da gestora da infra-estrutura ferroviária.

 

CM


publicado por José Carlos Silva, às 16:43link do post | comentar

Ao longo do mês de maio, serão nomeadas as comissões administrativas provisórias do novos giga-agrupamentos.

Após a nomeação das comissões administrativas provisórias, segue-se a fusão de secretarias. Até ao final de 2012, ficaremos a saber quantos assistentes operacionais e assistentes administrativos vão para a mobilidade. Os que tiverem condições para pedir a aposentação antecipada, vão fazê-lo para escaparem ao corte de 50% no salário após 12 meses de permanência no quadro de mobilidade. É cedo ainda para fazer uma estimativa de quantos irão ser afetados pelas rescisões de contratos.

Não creio que as fusões de agrupamentos provoquem desemprego nos docentes dos quadros. Para além dos docentes contratados, a redução de pessoal vai afetar sobretudo os assistentes operacionais e os administrativos.
 
profblog

publicado por José Carlos Silva, às 16:34link do post | comentar

Há confrontos e lojas fechadas devido à campanha do Pingo Doce


JN

 

A corrida dos consumidores às lojas Pingo Doce, que esta terça-feira têm uma campanha de 50% de desconto em compras superiores a 100 euros, está a gerar confusão em todo o país. Há já registos de incidentes em várias lojas.

publicado por José Carlos Silva, às 16:23link do post | comentar

Num encontro com os Trabalhadores Sociais-Democratas, o primeiro-ministro deixou a garantia que Governo vai intervir na revisão das condições dos créditos à habitação e deu um exemplo do que não está certo na revisão de contratos: "bancos que aproveitam esta oportunidade para subir os 'spreads' dos juros".


Ler mais: http://expresso.sapo.pt/1-de-maio-passos-coelho-diz-que-e-preciso-mexer-nas-regras-de-credito-a-habitacao=f722716#ixzz1tdF4nc6t


publicado por José Carlos Silva, às 16:16link do post | comentar

Veja o comentário de Miguel Sousa Tavares sobre as declarações de Marinho Pinto, que chamou "barata tonta" à ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz.

Ler mais: http://expresso.sapo.pt#ixzz1tdDNfnFj


publicado por José Carlos Silva, às 15:58link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 15:52link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 15:46link do post | comentar

As «Velhas Glórias» do FCRomariz festejaram mais um encontro: o quinto. Futebol, convívio, malha e boa disposição a recordar os belos momentos e jogos na reta de Romariz.


publicado por José Carlos Silva, às 11:38link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 11:34link do post | comentar

tags:

publicado por José Carlos Silva, às 11:27link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 11:23link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 11:19link do post | comentar

tags:

publicado por José Carlos Silva, às 11:03link do post | comentar

 

Desenho Francisco Goulão, Portugal, 2010

Todos os anos, no dia 1 de Maio, comemora-se, em todo o mundo, o Dia do Trabalhador.

 

As origens do Dia do Trabalhador não são muito recentes. A história deste dia começa no séc. XIX.

 

Nessa época, abusava-se muito dos trabalhadores, porque chegavam a trabalhar entre 12 e 18 horas por dia, o que era muito cansativo e até prejudicial à saúde!

 

Já há algum tempo que os reformadores sociais (aqueles que propunham reformas, ou seja, mudanças na sociedade) defendiam que o ideal era dividir o dia em três períodos: 8 horas para trabalhar, 8 horas para dormir e 8 horas para o resto, o que incluía a diversão.

 

Foi com o objectivo de lutar pelas 8 horas de trabalho diárias que, no dia 1 de Maio de 1886, milhares de trabalhadores de Chicago (EUA) se juntaram nas ruas para protestar contra as suas más condições de trabalho.

Na Esquina do Tempo

publicado por José Carlos Silva, às 01:14link do post | comentar
 
Dirigente do PS afastado da AICEP
 
Afastamento de Eurico Dias da agência tutelada por Portas está na origem de mal-estar entre Seguro e o Governo.

Eurico Dias, dirigente do PS e principal conselheiro de António José Seguro para a área económica, foi afastado da nova direcção da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), agora tutelada por Paulo Portas. Um facto que criou um grande mal-estar na direcção de António José Seguro, que se queixa de o processo não ter sido conduzido com «a devida consideração», pelo facto de se tratar um dirigente máximo do PS.

«Não houve lisura e correcção em relação ao maior partido da oposição», resume ao SOL fonte da direcção de Seguro.

Eurico Dias é uma peça essencial na direcção de Seguro. Não é só o principal conselheiro na área económica, como integrou as delegações do PS que reuniram com a troika. Em artigos de opinião publicados na imprensa, como em conferências de imprensa no Largo do Rato, tem feito críticas duras ao Governo, culpando-o pelo «desemprego descontrolado», «a espiral recessiva» e «o empobrecimento» do país.

Este caso é um grão na engrenagem da relação entre PS e Governo, que os socialistas não ignoram. Para mais, envolvendo um partido com quem as coisas até tinham começado bem. António José Seguro e Paulo Portas almoçaram no Verão, pouco depois de o Governo tomar posse. E depois disso falaram algumas vezes a propósito de questões de política externa. Contudo, desde este episódio, no final de 2011, as relações azedaram.

 

Sol


publicado por José Carlos Silva, às 00:59link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 00:54link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 00:39link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 00:36link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 00:33link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 00:24link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 00:20link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 00:16link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 00:07link do post | comentar


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





comentários recentes
Tão querido :')Beijinhos
Posts mais comentados
1 comentário
subscrever feeds