Ao destino ninguém foge: vai cumprir-se o ideal - um tempo novo paira...
23
Jul 13
publicado por José Carlos Silva, às 21:28link do post | comentar

or Maria Teresa Oliveira e Ricardo Rego

O Presidente da República aceitou a remodelação proposta pelo primeiro-ministro, segundo comunicado publicado na página da internet do Presidente da República. A grande novidade é a escolha de Rui Machete, um histórico do PSD e que já foi vice-primeiro-ministro nos anos 80, para ministro dos Negócios Estrangeiros.
 

De resto, confirmam-se as notícias dos últimos tempos com Paulo Portas como vice-primeiro-ministro, o centrista António Pires de Lima na Economia e o social-democrata Jorge Moreira da Silva à frente do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia.

 

O único ministro ceifado pela remodealção é Álvaro Santos Pereira, que até hoje ocupava a pasta da Economia.

 

Com competências acrescidas fica Pedro Mota Soares, que fica agora a tutelar o Emprego (vindo do Ministério de Santos Pereira) passando a ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social.

 

Já Assunção Cristas é aliviada do Ambiente e o Ordenamento do Território e passa a ministra da Agricultura e do Mar.

 

A tomada de posse dos novos governantes será amanhã às 17h.

 

O primeiro-ministro esteve ao início da noite no Palácio de Belém para uma reunião com o Presidente da República. Passos Coelho terá levado até Cavaco Silva os nomes que deverão vir a integrar o Governo na sequência da remodelação governamental.

O encontro entre o primeiro-ministro e o Presidente da República durou cerca de meia hora. 

teresa.oliveira@sol.pt ricardo.rego@sol.pt


publicado por José Carlos Silva, às 19:54link do post | comentar

 

[“Não é por acaso que estamos aqui, estamos para prestar homenagem ao Ricardo, que decidiu aceitar o desafio, mesmo sendo funcionário da autarquia, o que lhe tem trazido alguns dissabores. No entanto, não se deixa influenciar, é um lousadense livre e que agarrou com garra a ideia de construir um futuro melhor”, disse.]

Leonel Vieira


publicado por José Carlos Silva, às 19:41link do post | comentar

 

 carlos pacheco 

    

 

Centenas de pessoas marcaram presença no auditório do Centro Social e Paroquial de Sousela

O médico lousadense, Carlos Pacheco, é o candidato da coligação Lousada Viva à presidência da Assembleia Municipal de Lousada.

A apresentação foi na passada sexta-feira, no auditório do Centro Social e Paroquial de Sousela, na presença de mais de 800 pessoas. A cerimónia serviu também para apresentar os candidatos às juntas de freguesia, pela coligação Lousada Viva.

Perante um auditório replete de pessoas e emoções, o candidato à Assembleia Municipal explicou que aceitou o desafio porque acredita na equipa, confia no trabalho do candidato à Câmara e, acima de tudo, porque acredita que pode ajudar a fazer mais pelo concelho e pelas pessoas. Conhecido pela sua frontalidade, Carlos Pacheco recordou que é independente, que acredita em pessoas e que, por isso, aceita projetos por pessoas. “Muitos podem estar admirados de me verem aqui, mas não é por acaso. A candidatura do Leonel Vieira animou-me, porque o conheço bem, porque vivemos e trabalhamos, desde sempre, em Lousada. Conhecemos bem o concelho e queremos fazer mais por esta gente”, esclareceu.

Carlos Pacheco não tem dúvidas que com esta equipa, o concelho e as pessoas não se vão arrepender. “Com a nossa equipa e a vossa confiança, podemos melhorar a vida de todos”, disse, revelando ainda que a seu trabalho será acima de tudo de rigor e vigilância. “Os tempos não são fáceis, é nestas alturas que devemos estar mais atentos aos gastos. No meu mandato, serei mais exigente, terei uma atitude vigilante e apostarei em ideias que sirvam para melhorar o nosso concelho”, concluiu.

Por sua vez, o candidato à Câmara Municipal, Leonel Vieira esclareceu que a escolha sobre Carlos Pacheco foi feita tendo em conta características como honestidade, trabalho e conhecimento do terreno.

De resto, Leonel Vieira salientou que a escolha de todos os candidatos da coligação Lousada Viva foi todas feitas tendo em conta as pessoas e o seu trabalho, porque para o candidato “mais que partidos, contam as ideias e as pessoas”.

A ocasião serviu ainda para, perante mais de 800 pessoas, serem conhecidos os candidatos às freguesias.

Leonel Vieira saudou a coragem de todos que aceitaram o desafio de fazer mais e melhor por Lousada e começou por lembrar que a escolha de Sousela não foi feita por acaso. “Não é por acaso que estamos aqui, estamos para prestar homenagem ao Ricardo, que decidiu aceitar o desafio, mesmo sendo funcionário da autarquia, o que lhe tem trazido alguns dissabores. No entanto, não se deixa influenciar, é um lousadense livre e que agarrou com garra a ideia de construir um futuro melhor”, disse.

De resto, Leonel Vieira esclareceu que é com homens destes que conta em todas as freguesias, já que a escolha recaiu sobre pessoas “solidárias, competentes, honestas e trabalhadoras”. “É com homens deste calibre que vão sendo construídas as listas às juntas e à câmara. Estes homens e mulheres são gente que ama a sua terra. Com estes homens e mulheres, as freguesias ficarão em boas mãos”, lembrou.

O candidato referiu ainda que enquanto vereador da oposição, nunca esqueceu as freguesias e as suas gentes, pois entende que o concelho só se desenvolve se envolver os presidentes de junta nas decisões. “Nos últimos anos, os presidentes de junta não têm sido tratados como deviam. Muitos deles, para conseguirem migalhas, têm de andar de chapéu na mão. Comigo isso vai acabar. Os autarcas das juntas de freguesia vão ter um papel importante nas decisões”, explicou, apontando alguns projetos para o futuro. “Para as juntas tenho um plano, um projeto de desenvolvimento de futuro. Comigo, os presidentes de junta vão ter via verde no acesso à câmara municipal, vamos construir um Gabinete de Apoio Técnico aos presidentes, em parceria com os presidentes de junta vamos permitir que, nas juntas de freguesia, os cidadãos tenham acesso aos serviços municipais, entre muitas outras”, adiantou.

Com a agregação das freguesias, impostas pela lei, muito se tem especulado de como será a partir de agora. Leonel Vieira deixou claro que ninguém será prejudicado, antes pelo contrário. “Sabemos que aqui vão ser extintas dez freguesias, mas elas vão continuar a existir, porque connosco serão mantidas as 25 sedes de junta a trabalhar e de forma mais eficiente, já que haverá mais meios financeiros e humanos”, esclareceu.

Na sua intervenção, Leonel Vieira voltou a apontar as prioridades da sua candidatura que assentam em três pilares fundamentais, nomeadamente, Emprego, Educação e Desenvolvimento Social.


publicado por José Carlos Silva, às 19:40link do post | comentar

Foto


publicado por José Carlos Silva, às 19:36link do post | comentar

Dor e silêncio: a certeza na incerteza, a (in) razão, a insinceridade,
Os silêncios prisioneiros, esperando o virar de costas; 
Os sorrisos nunca inteiros, espartilhados por outros sorrisos.

A tentação, sempre a tentação de esconder o sorriso,
De olhar de frente, de olhar em frente, quando mais ninguém
Está em frente.
Só dor e silêncio. Só solidão e tentação. Só dor e fuga em frente.


publicado por José Carlos Silva, às 19:31link do post | comentar

Foto

tags:

publicado por José Carlos Silva, às 19:30link do post | comentar

Foto: Bom gráfico - O dinheiro que o país não tem!


publicado por José Carlos Silva, às 19:28link do post | comentar

Foto


publicado por José Carlos Silva, às 19:26link do post | comentar


publicado por José Carlos Silva, às 19:24link do post | comentar

Foto


publicado por José Carlos Silva, às 19:22link do post | comentar

Foto


publicado por José Carlos Silva, às 13:08link do post | comentar

tags:

publicado por José Carlos Silva, às 13:00link do post | comentar

tags:

publicado por José Carlos Silva, às 12:50link do post | comentar

 

carlos pacheco

 

Centenas de pessoas marcaram presença no auditório do Centro Social e Paroquial de Sousela

O médico lousadense, Carlos Pacheco, é o candidato da coligação Lousada Viva à presidência da Assembleia Municipal de Lousada.

A apresentação foi na passada sexta-feira, no auditório do Centro Social e Paroquial de Sousela, na presença de mais de 800 pessoas. A cerimónia serviu também para apresentar os candidatos às juntas de freguesia, pela coligação Lousada Viva.

Perante um auditório replete de pessoas e emoções, o candidato à Assembleia Municipal explicou que aceitou o desafio porque acredita na equipa, confia no trabalho do candidato à Câmara e, acima de tudo, porque acredita que pode ajudar a fazer mais pelo concelho e pelas pessoas. Conhecido pela sua frontalidade, Carlos Pacheco recordou que é independente, que acredita em pessoas e que, por isso, aceita projetos por pessoas. “Muitos podem estar admirados de me verem aqui, mas não é por acaso. A candidatura do Leonel Vieira animou-me, porque o conheço bem, porque vivemos e trabalhamos, desde sempre, em Lousada. Conhecemos bem o concelho e queremos fazer mais por esta gente”, esclareceu.

Carlos Pacheco não tem dúvidas que com esta equipa, o concelho e as pessoas não se vão arrepender. “Com a nossa equipa e a vossa confiança, podemos melhorar a vida de todos”, disse, revelando ainda que a seu trabalho será acima de tudo de rigor e vigilância. “Os tempos não são fáceis, é nestas alturas que devemos estar mais atentos aos gastos. No meu mandato, serei mais exigente, terei uma atitude vigilante e apostarei em ideias que sirvam para melhorar o nosso concelho”, concluiu.

Por sua vez, o candidato à Câmara Municipal, Leonel Vieira esclareceu que a escolha sobre Carlos Pacheco foi feita tendo em conta características como honestidade, trabalho e conhecimento do terreno.

De resto, Leonel Vieira salientou que a escolha de todos os candidatos da coligação Lousada Viva foi todas feitas tendo em conta as pessoas e o seu trabalho, porque para o candidato “mais que partidos, contam as ideias e as pessoas”.

A ocasião serviu ainda para, perante mais de 800 pessoas, serem conhecidos os candidatos às freguesias.

Leonel Vieira saudou a coragem de todos que aceitaram o desafio de fazer mais e melhor por Lousada e começou por lembrar que a escolha de Sousela não foi feita por acaso. “Não é por acaso que estamos aqui, estamos para prestar homenagem ao Ricardo, que decidiu aceitar o desafio, mesmo sendo funcionário da autarquia, o que lhe tem trazido alguns dissabores. No entanto, não se deixa influenciar, é um lousadense livre e que agarrou com garra a ideia de construir um futuro melhor”, disse.

De resto, Leonel Vieira esclareceu que é com homens destes que conta em todas as freguesias, já que a escolha recaiu sobre pessoas “solidárias, competentes, honestas e trabalhadoras”. “É com homens deste calibre que vão sendo construídas as listas às juntas e à câmara. Estes homens e mulheres são gente que ama a sua terra. Com estes homens e mulheres, as freguesias ficarão em boas mãos”, lembrou.

O candidato referiu ainda que enquanto vereador da oposição, nunca esqueceu as freguesias e as suas gentes, pois entende que o concelho só se desenvolve se envolver os presidentes de junta nas decisões. “Nos últimos anos, os presidentes de junta não têm sido tratados como deviam. Muitos deles, para conseguirem migalhas, têm de andar de chapéu na mão. Comigo isso vai acabar. Os autarcas das juntas de freguesia vão ter um papel importante nas decisões”, explicou, apontando alguns projetos para o futuro. “Para as juntas tenho um plano, um projeto de desenvolvimento de futuro. Comigo, os presidentes de junta vão ter via verde no acesso à câmara municipal, vamos construir um Gabinete de Apoio Técnico aos presidentes, em parceria com os presidentes de junta vamos permitir que, nas juntas de freguesia, os cidadãos tenham acesso aos serviços municipais, entre muitas outras”, adiantou.

Com a agregação das freguesias, impostas pela lei, muito se tem especulado de como será a partir de agora. Leonel Vieira deixou claro que ninguém será prejudicado, antes pelo contrário. “Sabemos que aqui vão ser extintas dez freguesias, mas elas vão continuar a existir, porque connosco serão mantidas as 25 sedes de junta a trabalhar e de forma mais eficiente, já que haverá mais meios financeiros e humanos”, esclareceu.

Na sua intervenção, Leonel Vieira voltou a apontar as prioridades da sua candidatura que assentam em três pilares fundamentais, nomeadamente, Emprego, Educação e Desenvolvimento Social.


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





comentários recentes
Tão querido :')Beijinhos
Posts mais comentados
1 comentário
subscrever feeds