Ao destino ninguém foge: vai cumprir-se o ideal - um tempo novo paira...
25
Jul 13
publicado por José Carlos Silva, às 22:38link do post | comentar

Um dia - quando a madrugada se aproximava e o dia se vencia: cansado, gasto, morto, derreado, perdido, pedindo por se despedir rapidamente, tal a quebreira que o atingira, - um amigo que muito prezo disse-me algo que eu sabia há muito, muito tempo mas não esqueci:

- «Quem faz o combate, quem alimenta a chama, paga um preço muito elevado. Há muito que sou sabedor desta realidade. Este é o princípio, a regra. Daí não existirem equívocos, ingenuidades em toda esta caminhada. Há, sim, que assumir a crua leitura do desenho das coisas e dos interesses ou melhor, das hipocrisias da política e da vida.»

Curioso foi a forma curiosa como o meu amigo achava as coisas. Ele achava que o melhor que lhe podia acontecer na vida era fazer «um hiato» na política. Mas essa inevitabilidade, esse «hiato», não sucedia da mera casualidade ou da mera consequência disto ou daquilo. Não. O meu amigo considerava mesmo imprescindível cometer essa heresia e desenhar no seu quotidiano o tal «hiato na política».

E porquê?

- «Entenda, meu caro amigo, pois é muito fácil de entender, só lhe reconhecem o valor, o seu real valor, quando está ou estiver longe da máquina partidária ou é mesmo avesso a essas tretas do partido ou dos partidos. Na caminhada para o poder, quando surge a hipótese de alternância, essas caraterísticas tornam-se atraentes, sugestivas, apelativas e motivadoras. Mesmo estando dentro, é sempre aliciante parecer que se está fora ou distante ou, melhor ainda, se posiciona em alas e pensamentos diversos e se é o elo unificador das diferentes correntes de ideias e interesses. Acredite. Ainda me há de dar razão.»

Talvez o meu amigo tivesse razão…Talvez…

 

In Diário, 31 de Agosto de 2009


publicado por José Carlos Silva, às 18:20link do post | comentar

Batem as 15 horas badaladas da tarde e o Senhor dos Aflitos reúne-se aos seus fiéis.

 

 

Eis o momento em que, oficialmente, as Festas Grandes de Lousada se iniciam. Batem as 15 horas badaladas da tarde e o Senhor dos Aflitos reúne-se aos seus fiéis. É um momento tremendamente emotivo e inexplicável! Porquê? São sentimentos e emoções que pertencem a um Lousadense e que só este consegue sentir e explicar!


publicado por José Carlos Silva, às 13:57link do post | comentar
pessaaaa

O médico lousadense, Carlos Pacheco, é o candidato da coligação Lousada Viva à presidência da Assembleia Municipal de Lousada.

 

A apresentação foi na passada sexta-feira, no auditório do Centro Social e Paroquial de Sousela, na presença de mais de 800 pessoas. A cerimónia serviu também para apresentar os candidatos às juntas de freguesia, pela coligação Lousada Viva.

Perante um auditório replete de pessoas e emoções, o candidato à Assembleia Municipal explicou que aceitou o desafio porque acredita na equipa, confia no trabalho do candidato à Câmara e, acima de tudo, porque acredita que pode ajudar a fazer mais pelo concelho e pelas pessoas. Conhecido pela sua frontalidade, Carlos Pacheco recordou que é independente, que acredita em pessoas e que, por isso, aceita projetos por pessoas. “Muitos podem estar admirados de me verem aqui, mas não é por acaso. A candidatura do Leonel Vieira animou-me, porque o conheço bem, porque vivemos e trabalhamos, desde sempre, em Lousada. Conhecemos bem o concelho e queremos fazer mais por esta gente”, esclareceu.

Carlos Pacheco não tem dúvidas que com esta equipa, o concelho e as pessoas não se vão arrepender. “Com a nossa equipa e a vossa confiança, podemos melhorar a vida de todos”, disse, revelando ainda que a seu trabalho será acima de tudo de rigor e vigilância. “Os tempos não são fáceis, é nestas alturas que devemos estar mais atentos aos gastos. No meu mandato, serei mais exigente, terei uma atitude vigilante e apostarei em ideias que sirvam para melhorar o nosso concelho”, concluiu.

Por sua vez, o candidato à Câmara Municipal, Leonel Vieira esclareceu que a escolha sobre Carlos Pacheco foi feita tendo em conta características como honestidade, trabalho e conhecimento do terreno.

De resto, Leonel Vieira salientou que a escolha de todos os candidatos da coligação Lousada Viva foi todas feitas tendo em conta as pessoas e o seu trabalho, porque para o candidato “mais que partidos, contam as ideias e as pessoas”.

A ocasião serviu ainda para, perante mais de 800 pessoas, serem conhecidos os candidatos às freguesias.

Leonel Vieira saudou a coragem de todos que aceitaram o desafio de fazer mais e melhor por Lousada e começou por lembrar que a escolha de Sousela não foi feita por acaso. “Não é por acaso que estamos aqui, estamos para prestar homenagem ao Ricardo, que decidiu aceitar o desafio, mesmo sendo funcionário da autarquia, o que lhe tem trazido alguns dissabores. No entanto, não se deixa influenciar, é um lousadense livre e que agarrou com garra a ideia de construir um futuro melhor”, disse.

De resto, Leonel Vieira esclareceu que é com homens destes que conta em todas as freguesias, já que a escolha recaiu sobre pessoas “solidárias, competentes, honestas e trabalhadoras”. “É com homens deste calibre que vão sendo construídas as listas às juntas e à câmara. Estes homens e mulheres são gente que ama a sua terra. Com estes homens e mulheres, as freguesias ficarão em boas mãos”, lembrou.

O candidato referiu ainda que enquanto vereador da oposição, nunca esqueceu as freguesias e as suas gentes, pois entende que o concelho só se desenvolve se envolver os presidentes de junta nas decisões. “Nos últimos anos, os presidentes de junta não têm sido tratados como deviam. Muitos deles, para conseguirem migalhas, têm de andar de chapéu na mão. Comigo isso vai acabar. Os autarcas das juntas de freguesia vão ter um papel importante nas decisões”, explicou, apontando alguns projetos para o futuro. “Para as juntas tenho um plano, um projeto de desenvolvimento de futuro. Comigo, os presidentes de junta vão ter via verde no acesso à câmara municipal, vamos construir um Gabinete de Apoio Técnico aos presidentes, em parceria com os presidentes de junta vamos permitir que, nas juntas de freguesia, os cidadãos tenham acesso aos serviços municipais, entre muitas outras”, adiantou.

Com a agregação das freguesias, impostas pela lei, muito se tem especulado de como será a partir de agora. Leonel Vieira deixou claro que ninguém será prejudicado, antes pelo contrário. “Sabemos que aqui vão ser extintas dez freguesias, mas elas vão continuar a existir, porque connosco serão mantidas as 25 sedes de junta a trabalhar e de forma mais eficiente, já que haverá mais meios financeiros e humanos”, esclareceu.

Na sua intervenção, Leonel Vieira voltou a apontar as prioridades da sua candidatura que assentam em três pilares fundamentais, nomeadamente, Emprego, Educação e Desenvolvimento Social.


publicado por José Carlos Silva, às 13:50link do post | comentar

“depois de muita luta, a farmácia será uma realidade até ao final do ano”. - PEDRO MOREIRA

 

 

“É hora de trabalhar pela nossa terra, é hora de darmos as mãos e com o Pedro Moreira vamos conseguir” - Leonel Vieira

 

 

 “Precisamos de uma oportunidade para provar que em muito menos tempo e com menos dinheiro, conseguimos fazer mais e melhor por Lousada” -

 

Leonel Vieira


publicado por José Carlos Silva, às 12:28link do post | comentar
moreira

O regresso de uma farmácia à freguesia de Meinedo foi, desde sempre, a prioridade do atual presidente da Junta de Freguesia e recandidato ao cargo. Ao fim de quatro anos, esta vai ser uma realidade, até ao final do ano.

 

A certeza foi dada, ontem, na apresentação do candidato à junta de freguesia.

Quer Leonel Vieira, candidato à Câmara Municipal, quer Pedro Moreira, candidato à Junta de Meinedo, frisaram que estava concluído o processo e era já uma certeza.

Perante apoiantes e simpatizantes, Leonel Vieira, que participou na festa de apresentação de Pedro Moreira, deixou a certeza de que, em breve, Meinedo voltará a ter uma farmácia. “O Infarmed já aprovou uma farmácia para Meinedo. Este foi um processo difícil, mas já está concluído. Como sabem, esta era uma das promessas do atual presidente e recandidato ao cargo e, depois de muito lutar, vai ser uma realidade”, revelou.

De resto, este foi também um dos pontos focados pelo presidente da Junta de Freguesia. Pedro Moreira, que se apresentou, este domingo, como recandidato ao cargo, deixou claro que “depois de muita luta, a farmácia será uma realidade até ao final do ano”.

Numa tarde de sol e calor, Pedro Moreira lembrou ainda que, os últimos quatro anos, não foram fáceis, principalmente pelos entraves causados pela autarquia. Apesar disso, não desiste e promete fazer mais e melhor pela freguesia que confiou no seu trabalho, um trabalho que está à vista de todos. Segundo o candidato, o empenho e dedicação serão os mesmos. “Estou convencido que dei o meu melhor, mesmo tendo em conta a marginalização por parte da Câmara Municipal de Lousada. No entanto, aos fracos recursos, respondemos, eu e a minha equipa, com empenho, trabalho e dedicação”, disse, lembrando que quando chegou ao executivo encontrou uma herança pesada. “Quando cá chegamos, há quatro anos, encontramos uma enorme divida, mas, com muito esforço, já a conseguimos pagar. Agora viramo-nos para o futuro”, disse.

A pensar no futuro, Pedro Moreira tem já alguns projetos em carteira, nomeadamente, a conclusão do Parque do Areinho, obras de requalificação no cemitério, e o apoio social.

Para o candidato a Meinedo, é preciso conhecer de perto a realidade das pessoas, os seus problemas, as suas dificuldades para que se consiga uma maior ouvi-las e saber dos seus problemas. Esta é a razão principal da minha candidatura”, frisou.

Refira-se que esta será também uma das prioridade do candidato à Câmara Municipal de Lousada, Leonel Vieira, que voltou a frisar a sua intenção de estar ao lado de todos, mas em particular de quem mais precisa.

Leonel Vieira aproveitou a ocasião, para homenagear o atual presidente, referindo que se trata de uma pessoa que fez obra, que esteve sempre junto de todos e dispensou especial atenção a quem mais precisa.

Na certeza de que a obra em Meinedo vai continuar, o filho da terra deixou alguns compromissos, entre eles, a construção do centro escolar, conclusão da rede de saneamento e água, requalificação da rede viária e equipamentos desportivos. “É hora de trabalhar pela nossa terra, é hora de darmos as mãos e com o Pedro Moreira vamos conseguir”, elencou.

O candidato da coligação Lousada Viva reforçou ainda que o seu projeto para Lousada assenta em três pilares: Emprego, Educação e Desenvolvimento Social e deixou claro que, mais que partidos, o que importa nas eleições autárquicas são as pessoas, as ideias e os projetos. Leonel Vieira recordou que, nas últimas autárquica venceu em Meinedo e apelou a uma nova oportunidade. “Precisamos de uma oportunidade para provar que em muito menos tempo e com menos dinheiro, conseguimos fazer mais e melhor por Lousada”, concluiu.


publicado por José Carlos Silva, às 12:08link do post | comentar

tags:

publicado por José Carlos Silva, às 12:05link do post | comentar

tags:

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





comentários recentes
Tão querido :')Beijinhos
Posts mais comentados
1 comentário
subscrever feeds